[email protected]

Bloco 3 - Complexo Paiaguás CPA - CEP 78049-005 - Cuiabá/MT

Viabilizar, coordenar e articular ações entre os múltiplos atores provenientes da atividade econômica, institucional e/ou acadêmica, conectados, direta ou indiretamente, com as finalidades da Estratégia PCI;

II

Fomentar, recomendar e executar Políticas Públicas, ações, programas e medidas que contribuam para os objetivos da Estratégia PCI;

III

Identificar oportunidades de captação de recursos financeiros junto a doadores e investidores públicos e privados, nacionais ou estrangeiros;

IV

Gerir e monitorar programas, projetos e seus recursos no âmbito da Estratégia PCI, por si ou por colaboração com outras instituições públicas ou privadas;

V

Desenvolver padrões, indicadores e procedimentos de gestão, geração e produção sustentável de ativos ambientais, certificação, por meio de plataformas, bancos de dados ou registros físicos ou eletrônicos, visando a transparência, rastreabilidade e compliance.

Objetivos

O Instituto PCI tem por fins:

I - Aportar recursos estratégicos para a expansão e aumento da eficiência sustentável da produção agropecuária e florestal, bem como para a conservação dos remanescentes de vegetação nativa;
II - Auxiliar na recomposição de passivos ambientais;
III - Contribuir para inclusão socioeconômica da agricultura familiar e populações tradicionais;
IV - Apoiar a implementação de programas, projetos e outras iniciativas públicas e privadas, suprindo, viabilizando ou fornecendo recursos humanos, técnicos, materiais, pesquisa e desenvolvimento e financeiros para sua execução, de origem própria ou não;
V - Promover e participar de parcerias com o Poder Público, com a Sociedade Civil e com a iniciativa privada, no desenvolvimento de suas atividades;
VI - Contribuir, nos marcos do desenvolvimento sustentável e do comércio justo, para o desenvolvimento de iniciativas públicas e privadas promotoras de desenvolvimento social, geradoras de trabalho e renda e repartidoras justas e equitativas de benefícios para os setores da agricultura, pecuária, florestas, agricultura familiar e de populações locais ou tradicionais;
VII - Fomentar programas e projetos inovadores, testes de modelos e metodologias participativas e multidisciplinares;
VIII - Promover redes de oportunidades entre seus Associados, bem como mantê-los informados acerca das tendências relativas aos setores da agricultura, pecuária, florestas, agricultura familiar e de populações locais ou tradicionais;
IX - Gerar e disseminar informações, elaborar estudos e diagnósticos, monitorar, supervisionar, bem como fazer recomendações sobre ações prioritárias, estratégias e políticas públicas no seu campo de atuação, inclusive considerando os pontos de vista dos seus parceiros e de grupos de interesse associados à sua missão;
X - Implementar ou apoiar programas, projetos ou ações quer de âmbito nacional e internacional, de mudanças climáticas, mitigação e adaptação, de fomento de atividades de pesquisa e estudos, de inovação tecnológica, de intercâmbio técnico, bem como de capacitação de recursos humanos, podendo, inclusive, fornecer bolsas e auxílios de estudos e de pesquisas;
XI - Organizar comitês, comissões e grupos de estudo, promover eventos, seminários e palestras, participar e contribuir em eventos e estudos relacionados com o aprimoramento da legislação sobre produção agrícola, pecuária, florestal e conservação ambiental, objetivando o desenvolvimento econômico sustentável e a harmonização entre produção e conservação, e o uso de tecnologias inovadoras de produção e conservação.

Funda​dores

O Instituto Produzir, Conservar e Incluir, também designado pela sigla PCI, fundado em 15 de Março de 2019, é uma associação de direito privado, sem fins econômicos e lucrativos.
Durante o segundo semestre de 2018, as instituições de cada categoria representada no Comitê Estadual da Estratégia PCI foram convidados a participar da fundação desta Associação. As seguintes instituições candidataram-se a criar o Instituto, sendo então seus membros fundadores, aqui apresentados:

Instituições do Comitê Estadual da Estratégia PCI:

FAMATO
Acrimat
Ampa
Aprofir
Aquamat
AcrismatAC

Cipem
Arefloresta
GTPS
Anoreg
RTRS

FIEMT
Fetagri
Fepoimt
Pecsa
Carrefour

Roncador
Althelia
ONF Brasil
Fundação Mato Grosso
IPAM

EDF
Aliança da Terra
Instituto Socio Ambiental
Amigos da Terra
Ação Verde

Fernando Sampaio
Engenheiro Agrônomo


Fernando Sampaio é Engenheiro Agrônomo formado pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” em 1997, com especialização no mercado de carne e leite pela École Supérieure d’Agriculture d’Angers na França.
Sampaio atuou no mercado internacional de carnes na França, na Société des Viandes Bretagne Anjou – Soviba entre 2000 e 2001, e na Meat Import Zandbergen Brothers BV de 2001 a 2008.
Em 2009 assumiu a coordenação de sustentabilidade da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne – ABIEC, e foi seu Diretor Executivo de 2011 a 2016 atuando na representação institucional do setor, negociações internacionais, promoção comercial e ao mesmo tempo dando continuidade na agenda da sustentabilidade.
Participou da formação do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável – GTPS, uma iniciativa multistakeholder, e foi seu Presidente de 2015 a 2016, participando também do Conselho da Global Rountable for Sustainable Beef – GRSB e do Comitê de Sustentabilidade do International Meat Secretariat - IMS.
Em outubro de 2016 assumiu o cargo de Diretor Executivo da Estratégia Produzir, Conservar, Incluir, uma iniciativa de sustentabilidade jurisdicional do Estado de Mato Grosso. Desde então trabalha pela implementação da Estratégia que entra em nova fase com a constituição do Instituto PCI no início de 2019.