[email protected]

Rua C, s/n - Centro Político Administrativo, Cuiabá - MT, CEP 78049-913 - Tel (65)3613-7236

Governo de Mato Grosso reforça Conselho Administrativo do Instituto PCI

Para potencializar a integração e o desenvolvimento de agendas, o Instituto PCI passa a contar, a partir de agora, com a participação do governo do Estado de Mato Grosso como membro do Conselho Administrativo, que tem a função de centralizar as discussões e encaminhar decisões sobre as ações a serem executadas. O anúncio foi feito durante reunião no dia 23 de fevereiro.

O secretário de Estado da Casa Civil, Mauro Carvalho, ressaltou a determinação do Governo do Estado em ser protagonista nas discussões da agenda de desenvolvimento ambiental. Ele citou o interesse de Mato Grosso ter uma participação mais ativa na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP26) — prevista para novembro, em Glasgow (Reino Unido). “Mato Grosso tem um papel fundamental na produção de alimentos no mundo, somos exemplos de preservação e isso precisa ser colocado na nossa pauta. E esse grupo aqui é fundamental para que nossa presença na COP seja bem diferente do que foi nas anteriores”, revelou. Carvalho também informou que o Governo quer estabelecer um plano de trabalho com agendas estratégicas a serem desenvolvidas com apoio dos membros do Instituto.

Durante a reunião, a IDH apresentou o novo Diretor Global de Paisagens, Matthew Spencer, que assumiu o posto no início desde ano. “É realmente marcante olhar para outros territórios e ver como Mato Grosso se destaca, não só pela liderança da sociedade civil, ou pela participação do setor privado, mas pelo engajamento do governo”, ressaltou Spencer.

O CEO da IDH, Daan Wensing, reforçou o compromisso em apoiar Mato Grosso nessa agenda de desenvolvimento sustentável e ressaltou a necessidade de haver mais apoio financeiro para implementar as ações. “Acredito que precisamos encontrar fontes de financiamento para que possamos realmente entregar as ações com as quais nos comprometemos. Isso é crucial. A agenda carbono está voltando e pode ser uma dessas oportunidades. Temos várias outras pela frente e estamos aqui para apoiar”, disse.

Nos últimos cinco anos a IDH investiu cerca de 9 milhões de Euros em Mato Grosso, sendo mais de 4 milhões destinados à Estratégia PCI, com apoio direto à estruturação de sua governança, incluindo os Pactos Regionais e a criação do Instituto. Outra parte dos recursos está sendo aplicada no suporte à Sema-MT para promover a regularização ambiental e fundiária. E, uma terceira linha de suporte é o cofinanciamento de projetos com o setor privado.

A assessora internacional da Casa Civil, Rita Chiletto, reconheceu a importância do apoio da IDH e externou o interesse do governo em continuar com a parceria. “Temos muita confiança na IDH e contamos com essa expertise e esse apoio, nos colocando à disposição também, porque Mato Grosso tem muito a conquistar. Agradeço ao Daan e a toda a equipe da IDH que tem sido parceiros e vamos continuar demandando esse apoio através do Matthew”.

O diretor executivo do Instituto PCI, Fernando Sampaio, apresentou o Plano de Ação, explicando detalhes sobre as atividades realizadas em 2020 e as prioridades para este ano. “O objetivo é desenvolver as ações para que o Instituto possa construir a capacidade necessária para executar as competências e responsabilidade previstas na sua criação (Decreto n° 46, de 27/02/19)”, informou.

Além da Casa Civil, as Secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico, de Meio Ambiente, de Agricultura Familiar e de Planejamento também passam a integrar o Conselho Administrativo do Instituto PCI.